“Quase um genocídio”, diz Moro sobre desvios de recursos na pandemia

                                                                                   Foto: Marcos Corrêa 

 

O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, avaliou as denúncias de desvios de recursos destinados à ação de combate ao coronavírus no Brasil são ‘quase como um genocídio’. Em entrevista ao canal de TV pago GloboNews, ele afirmou que ‘se sente mal’ com a situação.

“Ver situações que podem envolver desvios de recursos públicos, que seriam utilizados para compras de equipamentos ou materiais para salvar vidas durante uma pandemia, não vou dizer que é um crime, é quase uma coisa de genocídio, deixar as pessoas no desamparo aproveitando a fragilidade”, disse o ex-ministro.

Contudo, Moro diz que o fato é uma lição para mostrar a importância do combate à corrupção. Ele ainda acrescentou que a circunstância expõe que é importante que os cidadãos estejam acompanhando as ações dos governantes no Brasil.

“A polícia tem o seu papel evidentemente, o Ministério Público, o Judiciário, são todos relevantes. Mas principalmente a população, que tem que ser um fiscal em relação aos seus governantes, ao comportamento dos funcionários públicos”, afirmou Moro. As informações são do jornal A Tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.