SOS Cultura II: “Uma vitória para os setores de cultura e eventos”, diz Geraldo Júnior

geraldojunior

Após o prefeito Bruno Reis sancionar a lei que institui o SOS Cultura II (Projeto de Lei nº 35/2022), o presidente da Câmara Municipal, vereador Geraldo Júnior (MDB), avaliou que a aprovação representa “uma vitória para os setores de cultura e eventos de Salvador”. De acordo com o edil, “este auxílio é mais do que merecido, pois, sem sombra de dúvidas, esses profissionais estão entre os mais prejudicados pela pandemia”.

O “SOS Cultura II” garante o pagamento de R$ 2.424,00, em parcela única, aos trabalhadores do setor cultural e de eventos afetados pela pandemia da Covid-19. Geraldo Júnior destaca que o projeto vai beneficiar 7,4 mil trabalhadores dos setores, diretamente impactados pandemia da Covid-19, incluindo o cancelamento do Carnaval pelo segundo ano consecutivo.

“Neste momento de crise, temos atuado em defesa da economia. E sabemos o quanto o setor é importante para a nossa cidade e sustento de milhares de famílias”, completou o presidente, destacando que a iniciativa beneficia cidadãos que, em muitos casos, estão quase ou totalmente sem renda.

No ano passado, a Prefeitura pagou o benefício “SOS Cultura” a trabalhadores do setor. Na ocasião, o valor foi de R$ 1.100,00 para 6.243 pessoas.

Segundo o projeto do Executivo Municipal, o valor destinado a cada beneficiário será pago em parcela única. Os selecionados devem ser residentes em Salvador, com cadastro junto aos órgãos municipais vinculados ao setor – Fundação Gregório de Mattos (FGM), Empresa Salvador Turismo (Saltur) e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) – até 30 de junho de 2021.

Os cadastros dos trabalhadores são analisados pela CGM (Controladoria) e os pagamentos realizados através da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esporte e Lazer (Sempre).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.