Neto critica novas aglomerações e comportamento de banhistas nas praias da capital: “tom de escárnio e deboche”

                                                                                 Foto: Raphael Muller

 

Em coletiva na manhã desta terça-feira, 13, o prefeito ACM Neto falou sobre os novos casos de aglomerações registrados nas praias da capital durante o feriado prolongado. De acordo com o gestor, equipes da a Secretaria de Ordem Muncipal (SEMOP) e da Guarda Civil foram responsáveis por fazer o ordenamento dos banhistas, que tiveram o comportamento criticado pelo gestor.

“Vocês podem ver como as pessoas se comportam. Depois levantam o dedo para exigir alguma coisa da prefeitura. Essas pessoas não têm um direito de exigir nada de ninguém. A Guarda Civil chegava, fazia o ordenamento e quando saía, as pessoas voltavam em tom de escárnio, de deboche. Essas pessoas estão debochando das vidas delas próprias, dos seus familiares, dos seus vizinhos, dos seus colegas de trabalho e de cada cidadão da nossa cidade”, repreendeu.

De acordo com Neto, os principais problemas foram registrados nas praias da Ribeira, Piatã e Itapuã, como tem ocorrido nas últimas semanas, mas o gestor rejeita a ideia de patrulhas fixas nas regiões.

“Não vou colocar a Guarda Civil de babá em uma praia só. Para aumentar o efetivo, só se a Polícia Militar tiver a disposição para intervir de uma maneira mais ostensiva, mas isso não é da minha alçada. Continuaremos presentes para assegurar o cumprimento da ordem”, afirmou. As informações são do jornal A Tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.