Ministério da Economia mantém estimativa de queda de 4,7% no PIB de 2020

                                                                                  Foto: Sérgio Lima

 

O Ministério da Economia manteve a previsão de queda do PIB (Produto Interno Bruto) em 4,7% para 2020. Para o seguinte, a expectativa de alta em 3,2% da atividade econômica também foi mantida.

A inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) teve revisão para baixo, passando de 1,77% para 1,6% neste ano e de 3,3% para 3,21% em 2021.

Os dados foram divulgados em relatório nesta 4ª feira (15.jul.2020). Eis a íntegra do Boletim Macro (1 mb) e a íntegra da apresentação do documento (1mb).

A projeção do governo para o PIB é considerada otimista. Os analistas do mercado financiero estimam que a atividade econômica do país deve tombar 6,1% em 2020. O FMI (Fundo Monetário Internacional) tem uma perspectiva mais pessimista ainda: retração de 9,1% neste ano.

Segundo o secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, responsável pelas projeções do governo, muitos economistas terão que refazer seus cálculos nas próximas semanas.

Sachsida disse que os dados mais recentes demostram uma melhora na atividade econômica. O governo atribui isso ao auxílio emergencial aos mais pobres, a flexibilização dos contratos de trabalho e outras ações que visam atenuar os efeitos da crise. As informações são do site Poder 360.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.