Facebook exclui contas falsas ligadas a gabinetes da família Bolsonaro

                                                                                  Foto: Sérgio Lima

 

O Facebook excluiu nesta 4ª feira (8.jun.2020) 88 contas e páginas que seriam ligadas a funcionários do presidente Jair Bolsonaro e de seus filhos, Flávio e Eduardo. Um assessor direto do presidente, Tercio Arnaud Tomaz (ex-assessor de Carlos Bolsonaro) foi apontado como 1 dos responsáveis pela administração de algumas dessas páginas, de acordo com a Digital Forensic Research Lab, da Atlantic Council, que tem parceria com o Facebook.

As contas também teriam relações com funcionários dos deputados estaduais do PSL Alana Passos e Anderson Moraes (RJ).

“A atividade incluiu a criação de pessoas fictícias fingindo ser repórteres, publicação de conteúdo e gerenciamento de páginas fingindo ser veículos de notícias”, declarou o Facebook.

Sobre o assessor de Bolsonaro identificado, a DFRLab informou: “Tercio Arnaud Tomaz é mais conhecido como o administrador da popular página no Facebook ‘Bolsonaro Opressor 2.0’, perfil pró-Bolsonaro que tem cerca de 1 milhão de seguidores, mas que atualmente está offline. Em 2019, a imprensa revelou que, apesar de ser listado como assessor do vereador Carlos Bolsonaro, Arnaud estava trabalhando na comunicação digital de Jair Bolsonaro“. As informações são do site Poder 360.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.