Damares diz que Bolsonaro “está se organizando” para ir à Bahia

ministradamares

Criticado por passar férias e andar de jet ski no litoral catarinense enquanto centenas de milhares de brasileiros são atingidos pelas enchentes no sul, sudoeste e extremo sul da Bahia, o presidente Jair Bolsonaro (PL) diz “está se organizando” para ir à região.

A afirmação foi feita pela ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, em entrevista ao programa Isso é Bahia, na Rádio A TARDE FM (103.9), na manhã desta quarta-feira (29).

“O presidente esteve na região, vamos lembrar. Ele esteve na região e ele não está dizendo que não vai a Ilhéus, Itabuna. Ele não está dizendo que não vai voltar à região. O presidente levou a família lá para aquele forte onde ele fica e ele deu ordem para os ministros. Olha, se eu pudesse compartilhar as mensagens dos nossos grupos, o presidente pergunta a cada um minuto o que tá acontecendo […] O nosso presidente não descansa um minuto. A ordem foi ‘nenhum ministro vai baixar a guarda, todo mundo lá agora’. E a gente está indo. Fomos em quatro ontem. [O ministro da Cidadania, João] Roma tá indo pra lá agora de novo. Só agora de manhã, do meu ministério, estão indo sete, entre eles três secretários nacionais. O governo federal está todo lá, e o presidente tá se organizando pra ir lá na região”, defendeu a ministra.

Damares disse ainda que não adianta o presidente vir para a Bahia para “só sobrevoar” as áreas atingidas, e que estão julgando a ausência do líder do Planalto “de forma indevida”.

“Gente, o presidente ir só sobrevoar… O que mais interessa é o que ele está fazendo. Dando ordem, tirando o pessoal de férias. Todo mundo pra Esplanada [dos Ministérios], todo mundo trabalhando, criando sala de situação, exigindo da gente, ministros, respostas imediatas, compartilhando a cada um minuto as mensagens dele com a gente, e a gente prestando relatório pra ele. Eu acho que o fato dele ter ido lá levar a família pra descansar e ele se organizar pra ir na Bahia, estão julgando essa situação de uma forma indevida. Nós temos um presidente preocupado com o povo, não é esse monstro que querem pintar”, afirmou.

Segundo o último balanço divulgado pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), pelo menos 21 pessoas já morreram em decorrência das enchentes no estado.

Outras 34.163 estão desabrigadas, enquanto outras 42.929 estão desalojadas – foram obrigadas a abandonar temporária ou definitivamente suas casas, mas não necessariamente carecem de abrigo.

O total de feridos, até o último boletim, era de 358. A estimativa é de que mais de 471 mil pessoas tenham sido afetadas pelas fortes chuvas nas regiões.

Após curtir o Natal no Guarujá, no litoral de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro está em São Francisco do Sul (SC), onde deve passar a virada do ano.

Nesta terça-feira (28), ele declarou, em vídeo gravado e divulgado pelo portal catarinense ND Mais, que “espera não ter que retornar antes” do previsto.

As férias do chefe do Planalto tiveram início no último dia 17.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.