Bolsonaro cita militares e diz a empresários que eleição é tema de segurança nacional

bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou parte de fala a empresários nesta terça-feira (14) em São Paulo para mais uma vez atacar ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), o sistema eleitoral e o ex-presidente Lula (PT). A fala ocorreu em evento de abertura de fórum de investimentos.

“Quem eles pensam que são?”, disse o presidente, ao mais uma vez atacar o ministro Edson Fachin, atual presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Segundo Bolsonaro, eleição é uma questão de segurança nacional, ao citar o papel dos militares no processo e nos recentes questionamentos ao TSE.

No discurso de improviso aos empresários, Bolsonaro de novo ameaçou não cumprir decisões do STF, ao citar o tema do chamado marco temporal das terras indígenas, ainda sem prazo para votação no tribunal.

Ao dizer que não cumpriria decisões do STF, aumentou o tom de voz e disse: “Chegas de bananas e demagogos na política brasileira.” E completou: “Ninguém pode tudo”.

Mais uma vez atacou o sistema eleitoral, disse não ter “nenhum medo de eleição” e fez uma série de críticas ao ex-presidente Lula, que lidera com folga as mais recentes pesquisas de intenção de voto.

Folhapress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.