ACM Neto não acredita em realização do Carnaval sem ‘vacina acessível a todos’

                                                                                 Foto: Maicon Robert

 

Após reunião com empresários do entretenimento na última quarta-feira, 7, o prefeito ACM Neto voltou a afirmar, durante coletiva nesta quinta-feira, 8, que novembro será o limite para tomar a decisão sobre o Carnaval. De acordo com o gestor, a resolução sobre o acontecimento de eventos de rua na cidade só pode ser tomada após a obtenção de informações que garantam a segurança dos participantes.

“Estamos trabalhando com a data limite para que tenhamos informações suficientes para tomarmos uma decisão. Os empresários do nosso entretenimento compreenderam isso e até novembro essa decisão será tomada”, afirmou o gestor, que não vê a realização do Carnaval como algo factível sem que a população seja imunizada.

“Precisamos saber mais a respeito da perspectiva da vacina e da possibilidade de imunização coletiva. Não há como imaginarmos, não só o Carnaval mas todos os eventos de rua de Salvador, sem uma vacina acessível a todos. Sem isso não há segurança para falarmos das grandes festas”, ponderou.

De acordo com Neto, os empresários cobraram a implantação de um protocolo para o retorno de eventos de grande porte na cidade. O prefeito afirmou compreender a preocupação do setor, mas voltou a dizer que pelo momento delicado, qualquer decisão tem que ser tomada com cautela.

“Mostrei a dificuldade que ainda temos para publicar protocolos de retomada dos eventos e ainda não temos data prevista para volta. Os eventos são importantes para a cadeia do entretenimento, geram empregos, mas ainda não há perspectiva para a retomada dessas atividades e pedi a eles que tivessem um pouco mais de paciência”. As informações são do jornal A Tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.