TRE da Bahia recomenda uso do e-título na votação

                                                                                    Foto: Reprodução

 

O eleitor que estiver com dúvidas, pendências ou tenha perdido o título eleitoral por esses dias não precisa se preocupar nem sair correndo para fazer outro documento. Com as facilidades tecnológicas basta baixar a nova versão do e- título e resolver tudo online. De acordo com o último relatório do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 180 mil baianos já baixaram o documento digital. A versão atualizada do aplicativo permite aos usuários justificar de forma on-line a ausência nas Eleições Municipais de 2020, por meio de seus smartphones e tablets, além de outras funcionalidades.

O novo app do e-Título também traz melhorias de acessibilidade para pessoas com deficiência visual, informações sobre o acesso e as condições da seção eleitoral. Além disso, o cidadão poderá realizar cadastro como mesário voluntário, consultar débitos com a Justiça Eleitoral e emitir guias de pagamentos.

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) orienta aos eleitores que baixem a nova versão o quanto antes para evitar eventuais “filas virtuais” nos dias que antecedem

o pleito, e que podem comprometer a qualidade da conexão em virtude da grande quantidade de acessos simultâneos.

Para baixar o aplicativo, o eleitor deverá acessar uma das plataformas (Android e iOS) disponíveis para download no Google Play e na Apple Store. Para utilizá-lo, o eleitor deve inserir o número do seu título eleitoral, seu nome, o nome da mãe e do pai e a data de nascimento.

De acordo com o último relatório emitido pelo TSE, São Paulo lidera o ranking de downloads, com 778.417, seguido por Minas Gerais (220.376), Rio de Janeiro (180.654), Bahia (179.220) e Paraná (146.080). Atualmente mais de dois milhões de eleitores já baixaram o e-Título (2.676.069).

Os eleitores que estiverem fora do seu domicílio eleitoral no dia da eleição poderão utilizar o e-Título para justificar sua ausência, por meio da geolocalização do aplicativo. Essa funcionalidade estará disponível somente no dia da eleição, das 7h às 17h.

Para fazer a justificativa fora do dia da eleição, o eleitor poderá apresentar documento comprobatório que motivou a ausência (60 dias para justificar após cada pleito, ou 30 dias para justificar após retorno ao Brasil).

O título eleitoral não é o único documento que possibilita a participação nas eleições. O eleitor pode se apresentar à mesa de votação levando qualquer documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou a carteira de motorista.

A chefe de cartório da 14ª ZE Silvana Caldas recomenda, “este ano deem preferência a utilização do título digital. No aplicativo do e-título que é gratuito o eleitor tem todas a informações sobre local de votação, certidão eleitoral, certidão criminal e pode utilizar como documento oficial para se identificar na seção. A nova versão do e-título já tem a foto. Fiquem atentos pois houve muitas mudanças nas zonas e locais de votação. Confirme seu local de votação.”

Lembrando que, em razão da pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional decidiu adiar o pleito para 15 de novembro e se houver segundo turno, a data será 29 de novembro. Os cargos em disputa são prefeito, vice-prefeito e vereador. As informações são do jornal Tribuna da Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.