Se ancorando em Bolsonaro, João Roma tenta se fortalecer no interior baiano

roma

O ex-Ministro João Roma, pré-candidato ao governo da Bahia, que esteve no último dia 10, no município de Conceição do Coité, a “Rainha do Sisal”, é a grande aposta do Partido Liberal – PL e do presidente Jair Bolsonaro, para chegar ao Palácio de Ondina no pleito eleitoral deste ano. Para esta tarefa ele tem dois fortes adversários: o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB), fortalecido com a chegada do vice-governador João Leão (PP), postulante a uma cadeira no Senado e o petista Jeronimo Rodrigues, que recebe o apoio do governador Rui Costa, que o indicou para o cargo e do ex-Presidente Lula.

Com a pré-candidatura definida ao governo, João Roma comentou que tem colocado seu nome a disposição dos baianos, e está em plena caminhada com a Doutora Raisa, pré-candidata ao Senado, pelo interior do estado, conversando com lideranças políticas e a população local e regional, fortalecendo um novo horizonte para a Bahia. “Estamos cada vez mais enxergando que a Bahia precisa tratar seu povo com respeito e com carinho. Durante décadas temos visto conchavos, cada um preocupado com seu espaço de poder, mas ninguém preocupado em resolver os problemas da população”, relata.  

Quanto ao rompimento com o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, ele disse que se deu, no momento que aceitou o convite para ser Ministro do Presidente Bolsonaro, e Neto não quiz se aproximar. “Ele segue seu caminho e eu o meu. Hoje estou ao lado de Bolsonaro trabalhando por milhões de brasileiros e mais uma vez colocando meu nome para que os baianos possam ter uma alternativa para que a nossa Bahia possa caminhar de mãos dadas com o Brasil”.

Ele disse que todos sabem de sua ligação com a área rural e comenta: “Sou ligado ao semi-árido e temos trabalhado muito nesse sentido para que o Nordeste mostre que não é nenhum problema para o Brasil e sim uma solução. A transposição do Rio São Francisco já chegou a Rio Grande do Norte e agora chega o projeto do canal sertão baiano que será fundamental para toda região. Com o Canal sertão baiano, vamos perenizar o rio Jacuípe e com isso teremos um novo vetor de desenvolvimento, onde nosso semi-árido poderá ter mais protagonismo dentro do PIB do estado da Bahia”.

Em relação as pesquisas, João Roma disse: “Se Bolsonaro acreditasse em pesquisa não seria Presidente do Brasil. Sempre digo que treino é treino e jogo é jogo. Acho que ninguém é dono da opinião de ninguém e nem do voto das pessoas. Cada cidadão está enxergando o que acontece de fato no Brasil. Nós precisamos definitivamente que a Bahia esteja de mãos dadas com o Brasil. É isso que estamos trabalhando, para mostrar a verdade para o cidadão baiano onde se possa cada vez mais exercer esse protagonismo para que a Bahia seja grandiosa”.  

Ele pontuou ainda que receber o apoio do Presidente da República é muito importante para sua caminhada, uma vez que o mesmo tem feito muito pela Bahia e relata: “Bolsonaro chegou para fazer com que os Estados estejam de mãos dadas com a população. As coisas estão acontecendo e as obras tem aparecido. Na “Rainha do sisal”, o pretendente ao Palácio de Ondina, visitou o parque de vaqueja Gustavo gordiano, foi recebido pelos advogados Leon Mascarenhas, Edmar Gordiano, o apresentador do programa Informe Regional, Jurandy Lopes Campos, o ex-prefeito do município de Candeal, Ribeiro Tavares, empresários, lideranças políticas e populares.

Tribuna da Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.