Otan se reúne sob pressão da Ucrânia​

otan

Os chanceleres dos 30 países da Otan, aliança militar ocidental, se reúnem nesta sexta (virtual e presencialmente) para discutir a guerra na Ucrânia.

O país insiste em que o clube crie uma zona de exclusão aérea sobre seu território, o que implicaria enviar militares para operar defesas antiaéreas e caças.

Como a Rússia já controla boa parte dos céus do país, fazer isso equivaleria a iniciar uma guerra com Moscou, o que a Otan descarta por motivos de apocalipse eventual.

Na chegada a Bruxelas, Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA, repetiu o mantra de que a aliança “defenderá cada polegada de território” de seus membros.

Igor Gielow/Folhapress

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.