Lira e Nogueira procuram José Mauro e pressionam por renúncia imediata do comando da Petrobras

petrob

Após a notícia de que a Petrobras não ia segurar o reajuste dos combustíveis, ontem, o presidente da Câmara, Arthur Lira, e o ministro da Casa Civil, Nogueira, procuraram diretamente o presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, para que a estatal recuasse da decisão e cobraram que ele renunciasse imediatamente do comando da estatal.

A conversa, segundo o blog apurou, foi em tom ríspido. Nas palavras de um ministro do governo, “o foco agora é tirar José Mauro mais rápido possível do comando da empresa”.

Com apoio do Planalto, Lira prometeu, em seguida ao telefonema, “medidas duras” no Congresso contra o reajuste: fala em mudar política de preços e dobrar a taxação de lucro da estatal. O presidente Bolsonaro apoia a decisão.

Blog da Andréia Sadi/G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.