Empresas de turismo em Salvador terão selo de segurança contra coronavírus, afirma vereador

                                                                             Foto: Adilton Venegeroles

 

O vereador de Salvador e ex-secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco (DEM), afirmou nesta segunda-feira, 18, que a prefeitura deve lançar um selo para empresas do setor que vai atestar para o turista a segurança sanitária de determinado estabelecimento. Na avaliação dele, esta é uma das principais medidas para a reabertura das atividades turísticas na capital baiana, impactadas pela pandemia do novo coronavírus.

“Um regulamento para reabertura das atividades é fundamental. Mesmo com a reabertura das atividades, vamos ter que passar por uma série de medidas, de protocolos. Além da higienização, teremos que fazer a qualificação de funcionários. A prefeitura de Salvador está direcionando um programa no âmbito do Prodetur, de certificação empresarial. Teremos um selo que garanta ao turista a certeza de que ele estará frequentando um ambiente que garante a sua saúde, a sua segurança”, afirmou.

Ainda segundo Tinoco, a atividade turística na capital baiana só será totalmente retomada com a descoberta de vacina contra a doença. De acordo com ele, 2020 é um ano perdido para o setor, um dos maiores geradores de emprego e renda na cidade. Na perspectiva do ex-titular da Secult, o momento agora é de pensar como será feita a gradual volta à normalidade no turismo.

“A gente não tem prazo concreto para produção de uma vacina. Com isso, é muito difícil fazer uma projeção. Então estamos fazendo um plano de retomada das atividades. Precisamos continuar trabalhando no posicionamento do destino Salvador como destino mundial. Essa linha de promoção, de posicionamento é fundamental”, disse o vereador, em entrevista ao programa “Isso é Bahia”, na rádio A TARDE FM. Ele destacou que a capital baiana tem ganhado protagonismo no turismo internacional, ao lembrar de publicação do jornal americano New York Times elegendo a cidade, em 2019, como um dos destinos mundiais para se conhecer. As informações são do jornal A Tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.