Após decisão de Barroso, STF deve confirmar afastamento de Chico Rodrigues

                                                                                       Foto: Reprodução

 

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) deve confirmar na próxima quarta-feira, 21, o afastamento do senador Chico Rodrigues (DEM) como definido em decisão prévia pelo ministro Luís Roberto Barroso.

A decisão do ministro avaliada como “precipitada” entre os corredores do Senado Federal, foi tomada um dia após o senador ser flagrado com R$33 mil na cueca após busca e apreensão em operação da Polícia Federal que apura um esquema de desvio de recursos destinados ao combate à Covid-19

Após as críticas, o ministro solicitou ao presidente da Corte, Luiz Fux, que levasse o caso para votação no Plenário. Situação semelhante foi observada nas decisões que resultaram no afastamento do então senador e hoje deputado Aécio Neves (PSDB-MG), essa derrubada pelo Senado Federal, e pelo então presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

De acordo com informações do Estadão, o afastamento foi determinado com base nas regras definidas pelo próprio plenário do Supremo, em 2017, e, por isso, o despacho de Barroso não deve ser revogado devendo ser discutido apenas se o prazo de 90 dias foi adequado. As informações são do jornal A Tarde.

Faça seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *