Turista que morreu na Bahia estava com H3N2, diz secretaria de saúde

Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal

 

A turista de 17 anos que morreu no domingo, 14, foi diagnosticada com o vírus H3N2, é o que revela o posicionamento oficial da Secretaria Municipal de Saúde de Porto de Seguro. Inicialmente a suspeita era de que Giovanna Marson Fachini estivesse infeccionada pelo vírus H1N1.

Em nota, o órgão citou três casos que foram identificados nesta segunda, 15. Segundo o documento, o Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Muniz diagnosticou três casos com o vírus da influenza, subtipo H3N2.

Por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, a secretaria informou que permanece com ações de vigilância para detecção de casos suspeitos e definição de medidas rápidas a fim de prevenir surtos.

De acordo com o órgão, não há surto instalado em Porto Seguro. O é considerado uma situação isolada.

 

Relembre

Uma adolescente de 17 anos morreu no domingo, 14, após estar internada no Hospital Luís Eduardo Magalhães, localizado em Porto Seguro. Inicialmente, a suspeita é que Giovanna estivesse infectada pelo vírus H1N1.

A prima da paulista, que possui 16 anos, está internada no hospital, com os mesmos sintomas. Informações são do site A Tarde.

Faça seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *