Empresários e empreendedores se animam com início da vacinação

Foto: Divulgação

 

 

Os desafios impostos pela pandemia começam a ser superados com o início da vacinação contra a Covid-19 em Salvador.

Apesar do começo da campanha prevê a imunização de um público prioritário formado por idosos abrigados e profissionais de saúde, os empreendedores e empresários estão animados e aguardam ansiosos a vacinação dos demais grupos e da população em geral, o que depende, no momento, do envio de mais doses por parte da União aos estados e municípios, incluindo a capital baiana.

A esperança de poder retomar as atividades comerciais na cidade com a segurança necessária para preservar a saúde de trabalhadores e clientes se tornou um alento para o ecossistema de negócios, tão abalado pela pandemia e as medidas sanitárias necessárias para evitar aglomerações. Fernando Rocha, diretor-regional de operações na Bahia do Grupo JCPM, que administra dois grandes centros de compras da capital, o Salvador Shopping e o Salvador Norte Shopping, comemorou o começo da vacinação e destacou que o otimismo foi essencial para que todos pudessem ser resilientes.

“Um plano de vacinação, principalmente com a amplitude apresentada pela Prefeitura, é um passo essencial para o cuidado com a saúde da população de Salvador. Estivemos sempre otimistas com a retomada gradual do comércio, atentos ao cumprimento dos protocolos necessários. Com a vacina, a expectativa de retomarmos a convivência e o bem-estar de todos se renova”, pontuou.

Os ambulantes também demonstraram otimismo com o início da vacinação. De acordo com o presidente do Sindicato dos Ambulantes, Barraqueiros e Quermesseiros do Estado da Bahia (Sindbaq), Marcos Cazuza, a categoria está avaliando de forma favorável a operação de imunização, que depende, claro, do envio de mais doses da vacina por parte do governo federal.

“Com as pessoas na rua a gente vende mais, o comércio em si vende mais. A cidade ganha outros ares e outra vida. Tudo que queremos é voltar ao normal o mais rápido possível. Espero que Salvador possa correr para que uma parte substancial da população possa ser logo imunizada. Isso vai trazer um alívio. Quando as pessoas ficam mais tranquilas, tem mais liberdade, espontaneidade, o astral muda. As perspectivas do que queremos realizar, como as festas populares, mudam também, a economia volta ao normal”, detalhou.

A campanha de vacinação, que segue as diretrizes do Ministério da Saúde, chegou hoje (20) ao segundo dia em Salvador. Até agora, mais de 3,3 mil pessoas já foram imunizadas, entre idosos abrigados e profissionais de saúde. Na primeira remessa da União, Salvador recebeu cerca de 42 mil doses da CoronaVac. A Prefeitura aguarda o envio de uma segunda remessa até a semana que vem.

 

Faça seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *