Bolsonaro convida general Braga Netto para substituir Onyx na Casa Civil

                                                                                  Foto: Sérgio Lima

 

O presidente Jair Bolsonaro convidou o general Walter Braga Netto para assumir a Casa Civil no lugar de Onyx Lorenzoni. O militar comandou a intervenção federal no Rio de Janeiro em 2018 e, atualmente, é o chefe do Estado-Maior do Exército.

O convite ao general contou com a anuência de outros 2 militares do Planalto consultados por Bolsonaro: os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

Amigo pessoal de Bolsonaro, Lorenzoni está enfraquecido na Casa Civil após seguidas baixas em sua pasta e a transferência do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) para o Ministério da Economia, de Paulo Guedes.

A saída de Onyx foi acertada na manhã desta 4ª feira (12.fev) e não foi confirmada até agora por causa das negociações com Braga Netto, segundo apurou o Poder360.

Pesou contra Onyx a percepção de que falta articulação com o Congresso, o que pode custar ao governo derrota na votação de vetos presidenciais ao Orçamento de 2020.

Ele é cotado a assumir o Ministério da Cidadania, onde o titular, Osmar Terra, pode cair devido a investigação da Polícia Federal acerca de contratos firmados com empresa para prestação de serviços de informática.

Braga Netto, Ramos e Jair Bolsonaro são contemporâneos da Aman (Academia Militar das Agulhas Negras), das turmas 1979, 1978 e 1977.

Caso o general aceite assumir o cargo de Onyx, todos os ministros que trabalham dentro do Planalto serão de origem militar. Estão nesse rol justamente Augusto Heleno e Luiz Eduardo Ramos, além de Jorge Oliveira (Secretaria Geral), que é major da polícia.

Apesar de o convite já ter sido feito e a saída de Onyx ter sido acertada, o vazamento das informações ainda pode melar a troca. Bolsonaro já demonstrou anteriormente irritação com vazamentos desse tipo e adiou ou até mesmo recuou da decisão por causa da divulgação antes da hora. As informações são do site Poder 360.

Faça seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *